Notícias

Prefeitura inicia obra da cobertura da Quadra do Povoado Ribeirãozinho

A comunidade do Povoado Ribeirãozinho já pode comemorar. Isso porque a Prefeitura de Tocantinópolis, através da Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Políticas sobre Drogas, iniciaram os trabalhos da cobertura da Quadra de Esportes, do referido povoado.

Esta semana os trabalhos consistem na concretagem das bases para posteriormente serem erguidas a estrutura de pré-moldado e telhas de aço galvanizado, distribuídos numa área coberta de 825.17 m², com custo total de R$ 153.985,43 mil, obtidos através de emenda parlamentar do deputado Estadual, José Bonifácio, com contrapartida da Prefeitura Municipal.

O prefeito Fabion Gomes (PR), destacou a importância da cobertura da quadra. “A prática de esportes é fundamental para os alunos, bem como para a comunidade. Com a cobertura do espaço, será mais acessível à prática de esporte nos horários onde a temperatura costuma ser intensa, e também nos dias de chuva. Durante nossa gestão temos incentivado através do esporte, o convívio social, no qual contribui para a saúde física e mental das nossas crianças, jovens e adultos”, destacou.

Segundo Fabion, o investimento na reestruturação e construção de quadras poliesportivas no município é favorável à inclusão social e comprovadamente, estas ações sociais voltadas para o esporte têm dado bons resultados. Não só, enquanto descoberta de novos talentos, como também na transformação de jovens, enquanto bons cidadãos.

O Secretário de Esporte, Juventude e Políticas sobre Drogas, Edilson Vieira, destaca que o espaço será mais atrativo depois da ampliação. “Esta obra servirá tanto para os alunos da Escola Alvino Nunes, como também para a comunidade em geral. A obra da quadra não consiste apenas na cobertura da área, mas também numa ampla reforma do piso, pintura, nova iluminação, calçada e novos alambrados com maior extensão. A preocupação do prefeito Fabion sempre foi cuidar bem do futuro de nossas crianças e dos nossos jovens através da educação e do esporte. E nesta gestão, reformamos e construímos quadras em vários bairros para a prática esportiva, afastando as crianças e os jovens das ruas e das drogas, e mesmo estando no final de mandato, estamos dando seguimento em vários outros projetos em benefício da população”, finalizou.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

Homenagem a Nossa Senhora da Consolação, padroeira da cidade

Fundada na religiosidade cristã do século XIX, Tocantinópolis ainda mantém preservada em sua história a marca do cristianismo e a devoção ao catolicismo. Exemplo disso, foi a grande presença da população tocantinopolina nas festividades durante as celebrações em homenagem à padroeira de Tocantinópolis – Nossa Senhora da Consolação – considerada “Consoladora dos Aflitos”. As homenagens terminaram nesta segunda-feira (15), feriado municipal, com procissão e missa campal.

Para o prefeito Fabion Gomes (PR), participante ativo nas festividades do município, o momento é de confraternizar junto com a família e comunidade. “É um momento de estarmos juntos refletindo, rogando e pedindo às bênçãos de Deus para que tenhamos sabedoria, união e fraternidade cristã. Tocantinópolis mantém viva essa devoção que ao longo de vários anos se perpassa de geração em geração, fator que torna viva a religiosidade no município”, destacou.

O festejo em honra a Nossa Senhora da Consolação começou no dia 6 deste mês, todas as noites foram realizadas novenas, missas e leilões. No pátio, barracas de comidas típicas reuniram as famílias para o momento de confraternização.

No último dia do festejo, dia 15, feriado municipal em devoção à padroeira da cidade, houve procissão com a imagem da santa pelas ruas da cidade, onde na ocasião, dezenas de fiéis seguiram rezando, cantando e rogando bênçãos, com velas nas mãos, iluminado e perfazendo mais bonito o cortejo rumo à Catedral. No local, uma grande multidão já aguardava o início da celebração, a qual foi solenizada pelo bispo Dom Giovane Pereira de Melo.

De acordo com dados históricos do Arautos do Evangelho, a devoção à Nossa Senhora da Consolação foi difundida em todo o mundo principalmente pela Ordem dos Agostinianos. Isso aconteceu como uma forma de retribuição pela graça da conversão do grande fundador dos agostinianos. A devoção a Nossa Senhora da Consolação foi aprovada pelo Papa Gregório XIII, em 1577.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

UPA de Tocantinópolis já está em funcionamento, casos de urgência e emergência passa a ser atendidos na unidade.

A Rede Municipal de Saúde de Tocantinópolis ganhou mais um reforço. Após meses de espera, foi finalmente inaugurada a primeira Unidade de Pronto Atendimento de Tocantinópolis, e a única do Bico do Papagaio, UPA Dr. Murilo Bahia Brandão Vilela, a qual está em funcionamento 24 horas por dia. A unidade fica localizada na Rua Floriano Santos, ao lado do Ginásio de Esportes, no Centro da cidade.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que antes os atendimentos de urgência e emergência eram realizados no Hospital Municipal José Sabóia, agora com a inauguração da Unidade, os pacientes deverão procurar o novo centro médico. “Essa é a primeira unidade com este perfil na região do Bico do Papagaio e depois de ser habilitada pelo Ministério da Saúde, irá atender demandas e outras especialidades médicas”, destacou Fabion. O prefeito lembrou ainda que a população de toda a cidade, de qualquer bairro, pode ser atendida no local.

A população começou a ser atendida desde o dia 1º de agosto. O Ministério da Saúde (MS), com contra partida da Prefeitura de Tocantinópolis concretizaram a construção da obra, orçada em mais de R$ 2 milhões. Para o efetivo funcionamento, o Município está arcando com todas as despesas, pois até a habilitação feita pelo MS, a Prefeitura terá que arquear com os recursos. Após a habilitação, o Governo Federal terá que destinar o valor de 50% da verba de custeio. Outra metade do custo fica com o Estado (25%) e a Prefeitura (25%).

Segundo o prefeito de Tocantinópolis, Fabion Gomes (PR), o Governo Municipal garantirá, pelos próximos meses, o repasse necessário para a efetivação dos atendimentos. “Para ser habilitada como UPA pelo MS, a unidade precisa estar funcionando e o prazo para a regularização pode demorar até seis meses. Por esta razão, a Prefeitura de Tocantinópolis irá bancar com as despesas, mesmo os Governos Estadual e Federal não destinando os repasses necessários. Com o funcionamento desta unidade, irá desafogar o tão sobrecarregado Hospital Municipal”, afirmou.

A Secretaria Municipal de Saúde comunica ainda que além dos atendimentos de urgência e emergência, as solicitações de ambulâncias passam a ser feitas na UPA. Para maiores informações e solicitações, a população pode entrar em contato pelo telefone da unidade, (63) 3471-1053.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

Monitoramento e avaliação dos Planos Municipais de Educação são discutidos entre municípios da Diretoria Regional de Educação de Tocantinópolis

A equipe da Secretaria Municipal de Educação de Tocantinópolis participou na manhã desta terça-feira (23), no Câmpus da Universidade Federal do Tocantins, de uma formação sobre o monitoramento e avaliação do Plano Municipal de Educação. O encontro foi promovido pela Diretoria Regional de Educação (DRE), e teve a participação de onze dirigentes municipais e técnicos das Secretarias Municipais jurisdicionadas à DRE de Tocantinópolis.

O encontro teve como objetivo a ampla discussão sobre as metas e propostas contidas e aprovadas nos planos municipais de educação de cada município, onde após os debates grupais, as normativas serão cobradas conforme a demanda de cada municipalidade, tendo como princípio, a sua devida efetivação conforme apregoa o documento, o qual tem vigência por 10 anos.

A presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de Tocantinópolis (SIMPEM), Gisele Guimarães, destaca que o evento é de debate e fortalecimento de ideias. “O encontro é propício para debatermos juntos as propostas de cada plano municipal, e se necessário, estarmos cobrando posteriormente ao poder público a efetivação dessas conquistas”, destacou.

A formação fora conduzida pela avaliadora educacional da Gerência de Apoio aos Municípios da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), Cleidiana Santana Parente, e com o apoio da assessora Regional dos Municípios, Eliane Marinho.

O encontro além de ter a parceria da SEDUC e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), contou a participação dos representantes dos municípios de Aguiarnópolis, Angico, Darcinópolis, Luzinópolis, Palmeiras, Santa Terezinha e Tocantinópolis. Na oportunidade, o diretor Regional de Educação, Dorismar Carvalho, também esteve presente acompanhando de perto as discussões.

Fonte: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

Secretaria Municipal da Mulher promove palestra comemorativa aos 10 anos da Lei Maria da Penha

Marco legal no combate à violência contra a mulher, a Lei nº 11.340/2006, popularizada como Lei Maria da Penha, completou 10 anos neste domingo (7). Para comemorar a data em Tocantinópolis, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Mulher realizaram palestra mediada pelo juiz Arióstenis Guimarães, na manhã desta quinta-feira (11), no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), no Alto da Boa Vista I.

“No dia 7 de agosto completaram-se 10 anos de criação da Lei Maria da Penha, que veio para garantir os direitos das mulheres. Conforme pesquisas, a violência a cada dia que passa vem aumentando mais, cerca de cinco mulheres são espancadas a cada dois minutos no Brasil, índice bastante alarmante. Por isso, destacamos que a população tem que participar mais das ações promovidas pelo Município, ouvir as palestras para que possam ser disseminadoras das ideias e conceitos discutidos nos encontros. Após a criação da Lei 11.340/2006, temos conseguido muitos avanços, mas ainda temos muitos desafios a enfrentar”, destacou a Secretária da Mulher e primeira-dama, Clemilda Borges.

O delegado titular da Delegacia Regional da Mulher, Tiago Daniel de Morais, também destacou a data comemorativa. “Nossa cidade infelizmente acompanhou na data comemorativa à Lei Maria da Penha, o ato covarde e insano provocado no último domingo 7, o assassinato de uma jovem mãe de família. Mesmo assim ressaltamos que a Lei veio para proteger as mulheres de quaisquer violência, devendo os agressores serem denunciados sempre, para que não cometam mais esse tipo brutalidade”, ressaltou.

Após proferimento das falas, o juiz Arióstenis Guimarães convidado a ministrar a palestra sobre o tema: “Enfrentamento a todas as formas de violência doméstica contra a Mulher”, destacou a Lei 11.3340/2006, intitulada Maria da Penha, em homenagem à grande mulher que sempre lutou pelos ideais em busca da não violência contra a mulher.

Em um dos seus questionamentos, o magistrado da comarca de Tocantinópolis, enfatizou, “Quantas mulheres terão que morrer para que a sociedade acorde? É preciso que hajamos juntos a fim de sanar a violência, tendo como meta a construção de uma sociedade de respeito [...]. As pesquisas demostram que o objetivo da Lei está sendo alcançado, que é o empoderamento da mulher, fazer com que ela não seja vítima do sistema”, pontuou.

Arióstenis também mencionou alguns tipos de violência cometida contra as mulheres, dizendo que a sociedade em si deve fazer um balanço, bem como um alerta da situação do município. Dentre as violências, destacam-se a: física, doméstica, moral, patrimonial, psicológica e sexual.

“Hoje estamos vivenciando a solidificação da apatia, que é as informações disseminadas na sociedade. Ou seja, primeiramente foram colocadas em discussão, e hoje estão se solidificando essas ideias, no caso, a Lei Maria da Penha [...]. Que vocês possam multiplicar e disseminar essas informações aqui debatidas, para que possamos atingir um maior número de pessoas, visando o respeito na vida de todas as famílias, pois a felicidade deve ser para todos”, concluiu Arióstenis.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

Subcategorias