Notícias

Audiência Pública discute criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins

Acadêmicos, professores, técnicos administrativos, representantes públicos e comunidade civil organizada, estiveram reunidos em Audiência Pública realizada na noite da última sexta-feira (28), no auditório do Câmpus Universitário da UFT de Tocantinópolis, para discutir com a deputada federal e relatora do Projeto de Lei nº 5.274/16, Josi Nunes (PMDB), os benefícios e o trâmite do processo de criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins.

A audiência teve por objetivo, debater o PL 5.274/16 que cria a UFNT, por desmembramento de campus da Universidade Federal do Tocantins, bem como divulgar e defender publicamente a Universidade Federal do Norte do Tocantins junto à comunidade tocantinopolina e região, com afinco de criar discussões/sugestões contributivas para o relatório final da relatora do PL na Comissão de Educação.

Agilidade

Agilidade e continuação do texto original do projeto de criação da nova universidade federal no Estado, foi pedido unânime de todos os presentes na audiência. Vale destacar que, o projeto já teve aprovação na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público, e está em tramitação na de Educação, no entanto, ainda falta passar pelas Comissões de Constituição e Justiça, e Tributação e Finanças. Após passar por todas essas comissões, é que o PL seguirá para sanção do presidente da república.

A deputada Josi Nunes garantiu que vai apresentar seu relatório na Comissão o mais rápido possível. “Vamos trabalhar para pautar a matéria o mais rápido possível para que a gente possa analisá-la na Comissão de Educação, para que assim possa passar nas demais outras comissões”, disse. A parlamentar afirmou ainda que obteve o compromisso dos presidentes das comissões seguintes, de que também vão agilizar a matéria na Câmara Federal.

A diretora do Campus da UFT de Tocantinópolis, Profª. Drª. Francisca Rodrigues disse que todo o esforço pela criação da UFNT é devido a imensa necessidade da população que compreende as cidades de Tocantinópolis e Araguaína, em cursar um curso superior.

“Mesmo as instituições federais existentes na região oferecendo cursos, podemos verificar a quantidade de pessoas que ainda ficam de fora da oportunidade de cursar um ensino superior público e de qualidade. Sabemos que existem outros campus que oferecem cursos superiores na região, mas não é de universidade federal, e nem com as exigências e a qualidade necessária para formarmos profissionais e disseminarmos conhecimento necessário para o desenvolvimento da nossa região”, ressaltou.

O secretário de Administração, Finanças e Meio Ambiente, Delvani Souza, que no ato representou o prefeito, Paulo Gomes, relembrou a militância dos universitários de Tocantinópolis na busca de direitos não só para a classe acadêmica, mas para toda a comunidade.

“No início da década passada essa mesma luta fora travada com o objetivo de criar a UFT. Foi uma luta árdua em todo o Estado e graças a todo esse esforço a UFT foi criada, e hoje, quase 20 anos depois, estamos aqui novamente com o objetivo de criar a UFNT, compreendendo essa região que sempre foi abandonada e deixada de lado desde tempos remotos. Sabemos que o sucesso da criação da UFNT são inúmeros benefícios não só para a região do Bico do Papagaio, mas para os Estados vizinhos, no qual compreende mais de 60 municípios da região, e no que depender da Prefeitura, estaremos prontos a apoiar e ajudar para que esse projeto venha a ser concretizado, destacou.

UNFT pode ser barrada

Um dos pontos mais discutidos e rejeitado durante a audiência foi a emenda apresentada pela deputada federal Professora Dorinha Seabra (DEM), para a inclusão de outras quatro cidades no projeto que cria a UFNT. São elas: Xambioá, Colinas, Filadélfia e Guaraí.

Vale lembrar que, no início, a parlamentar foi contra o projeto de criação da UNFT, e agora justifica a proposta de emenda afirmando que a implantação dos campi também nos novos municípios “promoverá o acesso da população ao ensino superior, especialmente, os estudantes de baixa renda, o que contribuirá para inclusão social e democratização do ensino".

Na proposta inicial, a UFNT seria criada apenas com o desmembramento dos Câmpus da UFT de Tocantinópolis e Araguaína, por já possuírem prédios e corpo administrativo prontos, ao contrário das outras cidades incluídas na emenda que necessitaria de novos funcionários e novas construções prediais. Com a inclusão dessas cidades, o projeto de criação da UFNT ficaria inviável, pois seria necessários novos estudos socioeconômicos, bem como acresceria no aumento de subsídios, não registrados no projeto, para a instalação dos outros campi.

Por este motivo, a maioria dos presentes na audiência foram contra a inclusão dos outros campi no relatório de Josi Nunes, na Comissão de Educação. O argumento é que a proposta de criação da UNFT possa ser barrada na Comissão de Finanças e Tributação por causa do orçamento, no qual aumentaria consideravelmente, e inviabilizando o projeto da nova universidade.

A relatora do projeto garantiu que irá acolher a opinião da maioria do Campus de Tocantinópolis, e também de Araguaína para apresentar seu relatório final referente ao PL nº 5.274/16, que cria a Universidade Federal do Norte do Tocantins.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

Portuguesa e Aldeia Mariazinha anotam seis gols na primeira rodada do Rural

A Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer realizou no último final de semana, a 1ª rodada do Campeonato Rural de Tocantinópolis. As partidas mostram que o futebol no município é predominante, exemplo disso, é o grande público registrado nas partidas que marcaram o início do certame. A Prefeitura tem cumprido a sua parte apoiando e incentivando o esporte em Tocantinópolis.

O Campeonato Rural está dividido em dois Grupos, A e B, e conta com 10 equipes participantes. Nesta primeira rodada, realizada nos campos dos Povoados Passarinho, Pedro Bento e Olho D’água de Baixo, um total de 20 gols foram anotados.

No sábado (22), jogando pelo Grupo A, o São Raimundo recebeu em casa o Karibe, time do Povoado Folha Grossa. No confronto, a equipe do Passarinho goleou por 4 a 1, a equipe visitante. Pelo Grupo B, confrontaram Aldeia Mariazinha e Novo Horizonte. O time dos Apinajés aplicou goleada de 6 a 0 em cima da equipe do Pedro Isaías.

Confrontando no terceiro jogo, domingo (23), Rio Verde recebeu em casa, o Novo Horizonte. Com placar magro, durante os noventa minutos, foram marcados apenas 2 gols, um para cada equipe.

Rodagem e Portuguesa encerram os jogos da primeira rodada. No quarto jogo, também não foi diferente, houve goleada. A Rodagem amargou derrota de 6 a 1, diante da Portuguesa.

Na segunda rodada, Cruzeiro enfrenta a Aldeia São José, no Ribeirãozinho. Portuguesa receberá o Rio Verde, no Olho D’água de Cima. As partidas acontecerão simultaneamente no sábado (29), a partir das 16h.

No domingo (30), Karibe confronta o Rio Verde, no campo do Povoado Folha Grossa. O Novo Horizonte recebe em casa a equipe da Rodagem. Ambas as partidas acontecem às 16h.

Fonte/Foto: Dirceu Leno | Ascom Prefeitura

TEC e Interporto empatam no primeiro jogo da semifinal

Jogando em casa em busca da classificação para final, o Tocantinópolis viveu dois tempos distintos diante de sua torcida na tarde deste domingo (23), no Estádio Ribeirão. No primeiro clássico da semifinal do Estadual contra o Interporto, o TEC demostrou superioridade no segundo tempo, mas não conseguiu reverter a vantagem do adversário neste primeiro confronto ao ficar no empate em 2 a 2.

O resultado deixa a vaga para a final do Campeonato Tocantinense completamente indefinida. Uma vitória por qualquer placar no próximo fim de semana garante o Verdão na decisão do Tocantinense. Porém, se persistir empate em 2 a 2, a vaga será para quem tiver melhor campanha, neste caso, o Interporto por ter ficado em primeiro lugar no Grupo A. Se por ventura o empate vier a ser acima de três gols, a vaga é do Tocantinópolis.

O Verdão do Norte enfrentará o Interporto no jogo de volta no próximo sábado (29), às 16h, no Estádio general Sampaio, em Porto Nacional.

O JOGO

No primeiro duelo válido pelas semifinais do Tocantinense, o Interporto começou sufocando o Verdão do Norte, com muita marcação e inteligência em campo. Foram várias jogadas de perigo e numa delas, a partida mal tinha começado e já nos primeiros segundos do jogo, o Tocantinópolis não tomou conhecimento do adversário, e Antônio Flávio bem posicionado, não desperdiçou e abriu o placar aos 40 segundos. O gol figura como sendo um dos mais rápidos deste campeonato.

Para reverter a situação, o Tocantinópolis impôs pressão em cima do Tigre, e numa bela jogada de Renatinho que ao finalizar, a bola desviou na zaga do Interporto, e com a ajuda de Felipe Barrios, o Verdão conseguiu empatar em 1 a 1.

Após o empate, ambos os times impuseram bom jogo e boa marcação. Bate e rebate entre as equipes figuravam na partida, na tentativa de desfazer o aglomerado de jogadores no meio de campo. Era perceptível a preocupação e o esforço dos dois grandes times em criar boas condições para que houvesse melhor trabalho com a bola.

Com o gol de empate, o Interporto recuou e o Tocantinópolis passou a ter dificuldades em encontrar espaços. Se lançando ao ataque, o TEC passou a dar a chance do contra-ataque para o rival.

Gaúcho após lance de bola dividida passou mal e teve que ser substituído por Feijão. Associado à alta temperatura, o lateral apresentou problemas de falta de ar e indisposição, tendo que ser levado às pressas para o Hospital. Ao chegar na Unidade de Pronto Atendimento, recebeu os cuidados médicos, e foi liberado posteriormente.

Num rápido lance, a torcida do Tocantinópolis ainda chegou a comemorar o gol marcado de Pedro Panca, porém o assistente Claudino Lopes marcou erroneamente impedimento no episódio, no qual daria a vitória ao TEC, já que a partida saiu apenas no empate.

No segundo tempo, Jessuí (Chuteira-fone) após receber cruzamento na grande área quase ampliava, de cabeça, o placar. No entanto, aos 11 minutos numa intersecção de Israel, considerado como um dos melhores jogadores da partida, Batata que estava bem posicionado ficou com a sobra de bola e mandou para o fundo da rede do Interporto, virando o placar em 2 a 1 para os donos da casa.

O Tocantinópolis teve muitas chances de manter ou mesmo ampliar o placar, porém o Interporto viu que o Verdão tinha se despreocupado, e já no finalzinho da partida, aos 40 minutos, Ronan conseguiu o inesperado, empatar o jogo em 2 a 2. Cicinho ao substituir Leonardo, até que deu mais agilidade, contudo já era sem tempo.

Fonte/Foto: Dirceu Leno | Ascom Prefeitura

Enduro de Tocantinópolis acontece nos dias 6 e 7 de maio

Tocantinópolis sediará nos dias 6 e 7 de maio mais uma edição do Enduro Trilha do Babaçu. Os apaixonados por trilha que se preparem, pois irão vivenciar momentos de ação, aventura e muita adrenalina. O evento que tradicionalmente abre o calendário das competições radicais do município, é considerado como um dos maiores da região por reunir diversas modalidades, como motos, quadriciclos e UTVs.

A exemplo dos anos anteriores, a Prefeitura e Câmara Municipal de Tocantinópolis apoiam a ação, em função da importância do evento para a cidade. “Este é um grande evento que com certeza o município não poderia deixar de apoiar. Tocantinópolis precisa estimular os eventos que possuem forte poder de captação de fluxo, que além de agregar a prática de esportes radicais, o evento reúne centenas de pessoas com objetivo de diversão e muita ação”, destacou o prefeito Paulo Gomes.

Segundo os organizadores, está sendo ultimados os últimos preparos para que o evento saia dentro das expectativas. A modalidade requer dos pilotos bastante precisão em todo o percurso. Espera-se a participação de dezenas de competidores de Tocantinópolis e de toda região.

Programação

Sábado dia 6: às 16h show de manobras radicais no Carequinha Lanches, e a partir das 21h, festa dos endureiros com a maior estrutura automotiva do planeta, FMonster Cachorrona Mega Truck.

Domingo dia 7: às 8h tem café da manhã, e saída para a trilha no Posto Petronorte. Às 14h, chegada dos trilheiros na Beira Rio, com vários carros interligados via rádio.

Fonte/Foto: Dirceu Leno | Ascom Prefeitura

Prefeitura realiza Forró da Terceira Idade nesta sexta-feira (28)

A prática de atividades físicas e de lazer aliadas ao processo envelhecimento, proporciona aos idosos, benefícios que efetivam a qualidade de vida e no melhoramento dos aspectos físico, social e cognitivo.

É com esse objetivo que a Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social convida todos os idosos para participarem nesta sexta-feira (28), às 17h30, nos Pioneiros Mirins, do Forró da Terceira Idade. Haverá ônibus

A ação que integra o Projeto Dança Terapia, além de promover atividades físicas e de lazer com caráter lúdico, proporciona, sobretudo, qualidade de vida, tirando os idosos da ociosidade e integrando-os à sociedade através da dança e atividades laborais, bem como restabelece o resgate da valorização do papel social do idoso por meio de seus saberes, expectativas e vivencias relativas à socialização.

Fonte/Foto: Dirceu Leno | Ascom Prefeitura

Com apoio da Prefeitura, Apinajés comemoram Dia do Índio

Indígenas da etnia Apinajé de Tocantinópolis comemoraram nesta quarta-feira (19), com o apoio da Prefeitura e da Coordenação Municipal de Cultura, o Dia do Índio. As comunidades se reuniram nas Aldeias São José e Mariazinha, respectivamente, onde apresentaram danças típicas culturais, corrida com tora, arco e fecha, mostrando aos convidados um pouco da cultura indígena.

O coordenador de Cultura, Celino Nunes falou sobre a necessidade de se preservar o pouco que ainda resta da tradição dos índios, ressaltando o apoio do município durante as festividades. “A atual administração tem procurado estar sempre em constante dialogo com as lideranças indígenas e acompanhado de perto as demandas, com vistas a levar melhorias para as comunidades indígenas. Portanto, nosso propósito será encurtar cada vez mais essa lacuna existente, com o objetivo de fazer com que os índios não se sintam abandonados pelo poder público”, ressaltou Celino.

A Coordenação de Cultura pretende se reunir com as lideranças, para ouvir as reivindicações, principalmente aquilo que elas têm como prioridade e garantir o que estiver ao alcance do município, o atendimento gradual desses pedidos. “O primeiro passo já foi dado. Ou seja, conhecer as necessidades e ouvir as reivindicações dos indígenas, na tentativa de propor diversos projetos, incluindo as áreas social, educacional e cultural”, pontou o coordenador.

A festa do Dia do Índio começou pela manhã e prosseguiu até o início da noite. Além das danças, a comunidade colocou à disposição dos visitantes, alguns artesanatos produzidos na própria reserva. Ao meio dia foi oferecido almoço para os presentes e, no período da tarde, como de costume, os índios participaram de competições esportivas.

O secretário da Associação Pempxá, Antônio Veríssimo ressaltou durante as festividades na Aldeia São José, que é tempo de refletir e de pensar o futuro dos indígenas, pois não se sabe o que irá acontecer daqui há algum tempo. “Nosso futuro é incerto diante de tantas ameaças ao nosso território, à nossa cultura, às políticas públicas. No calendário oficial, o Dia 19 de abril não é mais o dia do Índio, porque nessa data vemos outras comemorações oficiais, mas para nós, todos os dias é dia do índio, de estarmos no pátio, na roça, na escola, enfim, todo dia é dia do índio. Essa data é uma data institucional criada pelo governo, porém é dia de luta, de mobilização em busca de melhorias para a vida do povo", acrescentou.

Veríssimo disse que mesmo nos dias atuais onde tudo gira em torno de mudanças, ainda há uma geração de índios que estão preocupados com a etnia, em defender o território, a educação, e conscientes dos seus direitos. “A escola tem contribuído para isso, não apenas para alfabetizar, mas levar uma educação crítica, libertadora que trabalhe de mãos dadas com a cultura, pois a escola, a nossa casa, o pátio e roça são locais de aprender, então nós temos que colocar esse aprendizado em todos os lugares e em todos os momentos de nossas vidas, para continuarmos resistindo às ameaças contra os povos indígenas do Brasil, que são poucos, mas fortes e resistentes”, destacou.

O cacique da Aldeia São José, Luís Apinajé disse que ao passar dos dias, cada vez mais os direitos dos indígenas estão sendo ameaçados em Brasília. Diante dessa situação, alguns índios irão se unir com os demais indígenas do Brasil, na tentativa de lutar em defesa dos direitos que lhes convém, em especial pela terra livre. “Há 517 anos vivíamos na paz, não precisamos lutar pelos nossos direitos, não lutávamos pela preservação da natureza, e hoje lutamos para manter preservados tudo isso. Mas hoje é um dia de felicidade para nós, porque hoje é mais uma luta de vida que nós enfrentamos, e cada obstáculo enfrentado tentamos superá-lo, pois o lema do índio é lutar pelos seus direitos e sempre preservar seu território que é o bem de mais valor para nós”, frisou.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

Proprietários de terrenos sujos estão sujeitos a multas de até R$ 10 mil

Com a proposta de intensificar as ações de prevenção e combate ao Aedes aegypti, a Prefeitura de Tocantinópolis está alertando a população sobre a importância de manter os terrenos baldios, lotes e os quintais das residências limpos. Quem desrespeitar a normativa estará sujeito a aplicação de multas que variam de R$ 200 a R$ 10 mil.

Para que haja maior intensificação, os fiscais municipais estão reforçando as ações de notificação e autuação dos proprietários que estão com terrenos sujos. Agentes de saúde e de endemias também realizam periodicamente vistorias nas residências a fim de coibir a proliferação dos agravos provenientes do mosquito da dengue.

A Coordenação de Fiscalização enfatiza que os proprietários de terrenos baldios e residências são responsáveis pelo cuidado com os bens imóveis, sendo essa responsabilidade apregoada no código de postura do município, e para reforçar esses cuidados, desde de abril de 2016 está em vigor a Lei nº 980, que estabelece aplicação de multas aos possuidores ou responsáveis a qualquer título imóvel em situação de agravo à saúde pública.

Multas

Com base nesse preceito, as sanções para as pessoas que deixarem os terrenos chegar a um estado de risco, serão adotados parâmetros na fixação de multas consoante aos graus de relevância das situações causadoras de proliferação do mosquito transmissor da dengue.

Os agentes que em visita a domicilio ou estabelecimento público, privado ou misto, que identificar algum foco ou local propício à instalação de criadouros de vetores, poderá advertir o responsável e/ou aplicar multa mediante termo de notificação de infração. As multas variam entre grau leve: de R$ 200 a R$ 1 mil; grau médio: de R$ 1 mil a R$ 2 mil; grau alto: de R$ 2 mil a R$ 10 mil reais.

Previamente à aplicação das multas estabelecidas, o infrator será advertido, mediante autuação espedida por agente de saúde e/ou agente de combate a endemias, para regularizar a situação no prazo de até 10 (dez) dias, findo o qual estará sujeito à imposição de multa. Caso haja reincidência, o valor aplicado será aumentado em até 100% sobre o fixado anteriormente.

Imóveis fechados

De acordo com normativa, fica autorizado aos agentes de endemias envolvidos no combate à epidemia de dengue, a adentrarem nos imóveis que se encontrem fechados, os quais forem visitados reiteradamente, cujo morador sempre ausente, os agentes deverão romper obstáculos, havendo necessidade do uso da força, o ato deverá ser acompanhado por um técnico habilitado, em abertura de portas, devendo o município recolocar as fechaduras ou cadeados quando necessário.

A Lei apregoa ainda a autorização nos imóveis, residências ou não, cujos moradores ou inquilinos se recusem a permitir o acesso, bem como nos lotes e áreas do município, que se encontrem em construção ou não, inacabados ou fechados, em estado de abandono e não habitados, com a faculdade de romperem obstáculos se necessário.

Constatada a dificuldade de entrar nos imóveis fechados ou em estado de abandono, ou ainda, de estatuir contato com os proprietários, será estabelecido comunicado ao setor responsável municipal para o cumprimento das devidas providências, sendo requisitado, se necessário, o acompanhamento da Polícia Militar.

Fonte: Dirceu Leno| Ascom Prefeitura

Inscrições para o "Arraiá da Alegria" de Tocantinópolis começa dia 6 de maio

A Prefeitura de Tocantinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Coordenação de Cultura, abre as inscrições para o 29º Festival de Quadrilhas de Tocantinópolis, no próximo dia 6 de maio. As premiações são em torno de R$ 34 mil.

As quadrilhas juninas terão até 2 de junho para se inscrever via e-mail ou na Secretaria Municipal Educação e Cultura, situada no prédio da Prefeitura. Após o preenchimento das fichas de inscrições, disponíveis aqui, estas deverão ser enviadas para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. O festival acontecerá no Quadrilhódromo da Beira Rio, entre os dias 14 e 18 de junho. O edital com todas as informações pode ser acessado aqui.

A Coordenação Municipal de Cultura espera receber, como de costume, quadrilhas de várias regiões. As juninas serão distribuídas em três grupos, sendo A, B e Especial, sendo o último composto por quadrilhas de Tocantinópolis.

O 'Arraiá da Alegria' deve contar ainda com apresentações culturais, área de alimentação, decoração temática, área de lazer, dentre outros. “Esperamos receber maior número de pessoas, como também dezenas de quadrilhas em nosso festival, o qual é destaque em todo o Tocantins e estados da região”, destacou o coordenador de Cultura, Celino Nunes.

Fonte: Dirceu Leno | Ascom Prefeitura

Prefeitura convoca 79 aprovados no Concurso Público

Priorizando a política de valorização profissional, e de respeito aos princípios constitucionais, como reza o dever do gestor público, o prefeito Paulo Gomes (PSD) nomeou na tarde desta quarta-feira (19), mais 79 candidatos para assumirem funções após garantir o acesso por meio concurso público realizado em Tocantinópolis.

Nesta sexta convocação, a Prefeitura de Tocantinópolis realiza mais uma etapa de nomeação dos aprovados no Concurso 2016, para o preenchimento de novas vagas no quadro efetivo dos servidores públicos municipais.

Estão sendo convocados candidatos aprovados para os cargos de nível fundamental, médio e superior. Ajudante de Pedreiro (2); Auxiliar de Serviços Gerais (6); Copeira (1); Coveiro (1); Gari I (5); Gari II (6); Merendeira (2); Motorista Transporte Escolar (4); Pedreiro (2); Pintor (1); Zelador (3) Tratorista (2); Motorista (3); Agente de Saúde (1); Agente de Endemias (7); Agente Fiscal Municipal (1); Assistente Administrativo (2); Auxiliar de Consultório Odontológico (3); Monitor de Transporte Escolar (1); Técnico de Enfermagem (6); Técnico de Radiologia (1); Assistente Social (1); Bioquímico (1); Cirurgião Dentista (2); Enfermeiro (5); Fisioterapeuta (1); Nutricionista (2); Psicólogo (1); Pedagogo (1); Professor (4) e Professor Interprete de Libas (1).

Os convocados terão prazo de 30 dias para comparecer ao Setor de Recursos Humanos, localizado no prédio da Prefeitura, munidos de documentação especificada no edital do concurso público. O atendimento está sendo feito de segunda a sexta-feira, com exceção dos feriados, sempre no horário de 8 às 12h e das 14h às 18h.

Com a nova nomeação, a Prefeitura contabiliza o chamamento de 137 aprovados. Os demais serão convocados gradativamente, de acordo com a necessidade administrativa e disponibilidade financeira do município. É importante ressaltar que o referido concurso público tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Confira a relação dos convocados:

NÍVEL FUNDAMENTAL

Ajudante de Pedreiro
1- UIRIS LOURENÇO DE SOUSA
2- DIORNECY TELES FILHO

Auxiliar de Serviços Gerais 
1-ARLENE CASTRO SOUSA
2-EDILSON PEREIRA DA SILVA – PCD*
3-CLEIA CARNEIRO DOS SANTOS
4-JANDIRA BARBOSA DA SILVA
5-POLIANA SOUZA DE OLIVEIRA
6-EDIMAR RIBEIRO SOUSA

Copeira
1-ELIZETE NOGUEIRA COSTA

Coveiro
1-RAMIZIÊR VALENTIM DE OLIVEIRA SALES

Gari I – Coletor de Lixo
1-FABIO RODRIGUES BARBOSA
2-DEIGLAN ALVES DE SOUSA
3-FERNANDO MORAES PEREIRA
4-LEMUEL FREITAS GUIMARAES
5-JOSÉ VIEIRA DA PENHA – PCD*

Gari II – Limpeza Urbana
1-REGIANE PEREIRA CONCEIÇÃO SILVA
2-IRENE BARROS SILVA
3-DARLETE SOUSA SANTOS
4-CARLINDO COSTA DE AMORIM
5-GERALDO DOROTEU ANDRE
6-MARIA DO SOCORRO PEREIRA BRANDÃO

Merendeira
1-MARGARETE DE BRITO VIANA
2-DIANA CARDOSO DIAS

Motorista Transporte Escolar
1-MACIONE LIMA DE SOUSA
2-JOÃO JOSÉ MOREIRA MILHOMEM NETO
3-JEOVANE PEREIRA CHAVES
4-PAULO JUSTINO DA SILVA

Pedreiro
1-MIGUEL SOUSA DA SILVA
2-RAIMUNDO NONATO ALVES DE SOUSA

Pintor
1-DANIEL GOMES FERREIRA

Zelador
1-JOELMA DE ALBUQUERQUE SOUSA
2-SANDIRA MAYRA RESPLANDES BORGES
3-FRANKISNEI SOUSA DE MOURA

Tratorista
1-MARCOS SOUSA ALVES MOREIRA
2-GUILHERME PEREIRA DOS SANTOS NETO

Motorista
1-EDER CONCEIÇÃO RIBEIRO DE SOUSA
2-CLEITON VIEIRA DA SILVA
3-LEANDRO LOPES DA CRUZ

NÍVEL MÉDIO

Agente Comunitário de Saúde
1- MARTA DE SOUZA VIEIRA

Agente de Endemias 
1- MELK ELOI DA SILVA
2-GUSTAVO SOUSA DA SILVA
3-VOLNEI MILHOMEM DA MOTA
4-CASSIO FERREIRA DOS SANTOS
5-FERNANDA ROSA DE SOUSA
6-JHONATAN ROBERTO PAULA PEREIRA
7-SABAOTH KENALD ALVES CARVALHO

Agente Fiscal Municipal 
1-DANIEL BUENO AMORIM

Assistente Administrativo
1-RODRIGO NAPOLEÃO COELHO CARVALHO – PCD*
2-THAISA ALEXANDRINA ARAUJO QUEIROZ

Auxiliar de Consultório Odontológico 
1-LIDIANE DA CONCEIÇÃO ALVES
2-LUCIVANE SILVA LIMA
3-ANA LUCIA DE SOUSA LIMA

Monitor de Transporte Escolar
1-LEYDE PEREIRA MONTEIRO RESPLANDES

Técnico em Enfermagem 
1-VANUSA LOPES SANTANA
2-GILKA QUIXABA MOARES RESI DE SOUSA
3-KARINE BRITO DOS SANTOS
4-MARIA APARECIDA COSTA
5-PATRÍCIA RODRIGUES LEMOS DA SILVA
6-MARIA RITA RIBEIRO DA SILVA

Técnico em Radiologia
1-GIORGE LUCAS OLIVEIRA VERAS

NÍVEL SUPERIOR

Assistente Social
1-FABRÍCIA BORGES DA SILVA SOUSA

Bioquímico
1- NIELE SOUSA FRANCO

Cirurgião Dentista
1-MARIA EDUARDA LARISSA SANTANA CAMPOS VILAR
2-MICHELE RODRIGUES MACEDO

Enfermeiro
1-JANAÍNA NUNES DO NASCIMENTO
2-FERNANDA FERREIRA BASILIO 
3-ARTEMIS SANTOS LABRE 
4-MARIA ROSA MÍSTICA DA PAZ OLIVEIRA 
5-ALEX DOS SANTOS – PCD*

Fisioterapeuta
1-KARYNA KELLY OLIVEIRA COELHO

Nutricionista
1-DENISE SOUZA DE CASTRO
2-PAULA FEITOSA COSTA

Psicólogo
1-KARLA LÚCIA FERRÉ LAGARES

Pedagogo
1-MARCOS ANTONIO DE SOUSA AGUIAR

Professor
1-RIZOLETA MIRANDA ALENCAR SOUZA 
2-ERIKA RODRIGUES COSTA ANTUNES 
3-EDINEIA ALVES DE SOUZA 
4-ALLYNE DUARTE ARAÚJO

Professor Intérprete de Libras 
1-ODERLAN NÓBREGA CARVALHO

PCD* Pessoa com Deficiência

Fonte/Foto: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura