Secretaria Municipal de Esportes promove reunião sobre a Copa Indígena Apinajé

O prefeito Paulo Gomes participou na última sexta-feira (18), na Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e lazer, de reunião com os representantes de times para definir demandas relacionadas sobre a Copa de Futebol Indígena Apinajé. A competição marcará a abertura das comemorações ao Dia do Índio, em Tocantinópolis.

Na pauta, foram tratados diversos assuntos sobre o certame que tem previsão de início no mês de fevereiro. Cerca de 22 equipes já confirmaram participação na competição. “A Administração Municipal tem atendido várias demandas da comunidade e, a realização deste certame é mais um compromisso realizado pelo prefeito Paulo Gomes, no qual busca o incentivo ao esporte e principalmente a valorização dos nossos indígenas apinajés”, disse Edilson Vieira, secretário de Esportes.

De acordo com o prefeito para que o evento seja um sucesso é necessário a participação e o engajamento de todos. “Após 15 anos sem a realização do campeonato, estamos retomando este importante certame, no qual tem como objetivo a valorização e o reconhecimento dos nossos indígenas”, pontou Paulo Gomes.

O gestor municipal frisou ainda que a competição terá a mesma qualidade dos demais campeonatos promovidos pelo município. “Com certeza será um marco na história do futebol local, pois desde o ano passado vínhamos planejando a promoção deste campeonato com os indígenas. Este é apenas o início, nossa meta é que as próximas edições sejam cada vez melhores”, disse o prefeito.

Davi Wamimen Chavito, da Aldeia São José, foi um dos mobilizadores para que houvesse a reunião com os demais indígenas. Onde na oportunidade, aproveitou para parabenizar o prefeito Paulo Gomes como também o secretário de Esportes, Edilson Vieira, pela realização do campeonato.

“Vemos o reconhecimento e valorização por parte do prefeito para com nós indígenas. Agradecemos pelo retorno desse campeonato no qual era uma solicitação antiga nossa. Esses eventos ajudam nossa cultura e também garantem o agrupamento e a interação com alegria, pois juntos com os demais indígenas isso garante com que alguns esqueçam as questões das drogas”, disse Davi Chavito, ressaltando que além da segurança irá colaborar para que o evento seja um sucesso.

Fonte/Foto: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura


Imprimir   Email