Prefeitura define novos critérios de distanciamento social ampliado para estabelecimentos considerados essenciais ou não

Prefeitura define novos critérios de distanciamento social ampliado para estabelecimentos considerados essenciais ou não

Tendo como finalidade maior, garantir a efetividade de ações que previnam e combatam o coronavírus e, consequentemente, salvaguardem a saúde da população, o prefeito de Tocantinópolis, Paulo Gomes, após o Governo do Estado decidir pela não prorrogação do lockdown, editou novas medidas consoante ao funcionamento do comércio da cidade, para o enfrentamento do cenário imposto pela pandemia da Covid-19.

As medidas de distanciamento social ampliado deverão ser seguidas por todos os estabelecimentos que exercem atividades consideradas essenciais ou não, no município. “Muitas pessoas ainda não se deram conta da necessidade de evitar aglomerações. Com a baixa adesão ao isolamento social e o avanço do novo coronavírus em Tocantinópolis, nossa intenção é possibilitar maior resolutividade no esforço contra a doença”, disse o gestor.

O prefeito destaca ainda que é necessário, sobretudo, a fiscalização por parte da população, onde poderá acionar os meios legais para fazer denúncias e coibir que as regras sejam descumpridas. “Ao se exporem desnecessariamente, fazem o mesmo às demais pessoas, o que aumenta a propagação do vírus e a sobrecarga nos centros de saúde. Precisamos impedir que mais pessoas adoeçam. Nossa intenção é prevenir para salvar mais vidas e permitir que os hospitais tenham melhores condições de atender a todos”, acrescentou Paulo Gomes.

Cuidados comuns a todos os estabelecimentos, essenciais ou não:

Uso obrigatório de máscara pelos colaboradores e clientes; álcool 70 disponível em abundância; balcão de atendimento ao cliente isolado evitando contato com a mercadoria e contágio pela mesma (área de separação deve ser higienizada a cada 2 horas); controle do fluxo de clientes dentro dos estabelecimentos de acordo como tamanho do estabelecimento. (Utilizar metragem dos decretos municipais anteriores); limpeza diária do ambiente com água sanitária e sabão.

Cuidados particulares a restaurantes:

Álcool em gel e líquido, toalhas de papel e local para lavagem de mãos com sabão neutro à disposição dos clientes; mesas somente com duas cadeiras e distância mínima de 2 metros uma da outra; limpeza das mesas com álcool 70, água sanitária e desinfetante; limpeza de utensílios como pratos e talheres com sabão neutro e álcool 70% (talheres embalados individualmente); atendimento máximo de 40% da capacidade do local; desinfecção dos colaboradores na entrada e na saída do horário de trabalho; desinfecção da cozinha com sabão, desinfetante, água sanitária e álcool, bem como do ambiente e todos os utensílios a cada turno de trabalho; intensificar a lavagem de banheiros de atendimento ao cliente pelo menos uma vez a cada 3 horas ou de acordo a demanda.

Cuidados essenciais em lojas de confecções:

Higienização completa com álcool 70, do provador, a cada uso; higienização de roupas com álcool 70 ou ferro a vapor em alta temperatura, após provadas por clientes; móveis e expositores deverão ser higienizados com álcool 70 a cada 3 horas.

Cuidados essenciais nas barbearias e salões de beleza:

Deverão atender sempre utilizando luvas descartáveis, realizando substituição a cada cliente; entrar no ambiente apenas o cliente que será atendido por cadeira. (Demais clientes deverão aguardar atendimento fora das dependências do estabelecimento); higienização das cadeiras com álcool 70 no intervalo de cada cliente; higienização de todos os equipamentos utilizados, no intervalo de cada atendimento, incluindo recolhimento de fios de cabelo do cliente anterior; utilização de avental descartável ou fazer higienização com álcool 70 ou ferro a vapor em alta temperatura após intervalo de cada cliente; higienização em todo o ambiente interno do estabelecimento.

Fonte: Ascom/PMT


Imprimir   Email