Idosos se preparam para o tradicional festival Arraiá da Alegria de Tocantinópolis

A temporada de apresentações das quadrilhas juninas em Tocantinópolis começa apenas em junho, mas os participantes já estão se preparando com antecedência para o grande espetáculo. Com apoio condicional da Prefeitura, da Secretaria de Assistência Social e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), os quadrilheiros da Junina da Melhor Idade prometem fazer bonito e, para isso tem dedicado ao máximo durante os ensaios.

Todos os anos a quadrilha que faz parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento Vínculos do Cras traz um tema diferente. E em comemoração aos 31 anos do “Arraiá da Alegria” eles prometem originar para esta temporada uma temática voltada ao envelhecimento humano. “Em 2018 ficamos em segundo lugar no Grupo Especial. Isso nos motiva a estar nos esforçando cada dia mais para fazer uma belíssima apresentação e impressionar o público”, disse o coreógrafo da quadrilha, Ulisses Guimarães.

A coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social, Adriana Pereira enfatiza que cada detalhe é preparado com dedicação, por isso os preparativos são iniciados três meses antes da competição. “Os participantes têm se dedicado semanalmente e seguem firmes no projeto. É muito cansativo, mas todo esse esforço é para apresentar um espetáculo perfeito no quadrilhódromo”, informou.

São muitos os que fazem do São João de Tocantinópolis uma das manifestações mais bonitas do Tocantins. Para tanto, a Junina da Melhor Idade é uma das apresentações mais esperada pelo público. “É uma festa que realizamos todos os anos com muito carinho porque sabemos que os idosos precisam de eventos como esse que além de valorizar, estimula a participação e interação entre os usuários do Serviço de Conivência e Fortalecimento de Vínculos do Cras”, explicou a secretária de Assistência Social, Eleny Araújo.

Fonte: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura


Imprimir   Email