Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Tocantinópolis recebe novos profissionais do Programa Mais Médicos

Notícias

Tocantinópolis recebe novos profissionais do Programa Mais Médicos

publicado: 28/01/2017 00h00 última modificação: 17/04/2017 10h42

A população ansiava por mais atenção com relação à saúde e, a Prefeitura de Tocantinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde tem atendido os anseios da comunidade. Na manhã deste sábado (28), o município recebeu duas profissionais que atuarão em conformidade ao Programa do Governo Federal, Mais Médicos.

As profissionais chegam para ampliar o quadro médico das Unidades Básicas de Saúde do Alto Bonito e Policlínica. A medida visa atender a demanda do município concernente aos atendimentos da saúde da família, bem como ofertar aos usuários do Sistema Único de Saúde, uma saúde com qualidade.

Tocantinópolis foi um dos primeiros municípios do Bico do Papagaio a aderir ao Programa Mais Médicos. Através de um trabalho atencioso, os médicos têm suprido as carências de atendimento à população, e imprimido um modelo de atenção que acolhe e cuida das pessoas, oferecendo de certa forma, uma atenção integral para toda a família.

O Governo Municipal tem tido um olhar mais acentuado com relação à saúde dos munícipes. “Tocantinópolis já vive um novo tempo. A área da saúde precisa de atenção, e isso é o que temos feito ao longo desse primeiro mês de governo. Nossa meta é zelar pelo bem comum de todos, e o princípio desse projeto é a saúde”, pontou o prefeito Paulo Gomes.

Para o secretário de Saúde, Jair Aguiar, que na oportunidade recepcionou as médicas, o momento é de muita alegria. “Recebemos com muita alegria, as médicas cubanas – Tereza e Elisabeht. Os médicos cubanos são extremamente dedicados e compromissados. As profissionais chegam para corroborar com a atenção primária em nosso município”, destacou.

O Programa Mais Médicos surgiu para enfrentar um problema histórico – a falta e a má distribuição de médicos – especialmente no interior do país e nas regiões mais afastadas dos grandes centros urbanos. O eixo assistencial do programa (provimento de médicos) atende de imediato a demanda levantada pelos municípios aderidos.

Fonte: Dirceu Leno / Ascom