Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Idosos de Tocantinópolis e de Santa Terezinha se divertem no Forró da Melhor Idade

Notícias

Idosos de Tocantinópolis e de Santa Terezinha se divertem no Forró da Melhor Idade

DANÇA TERAPIA

publicado: 03/05/2017 08h08 última modificação: 06/05/2017 10h44

Para quem acha que o idoso deve estar alheio as festividades, nem tampouco participar de atividades sociais, está enganado. É preciso desmitificar essa prerrogativa de que idoso tem que ficar em casa, cuidar dos netos ou mesmo se privar da vida social. A pessoa idosa é como qualquer outra, precisa se divertir e estar incluída dentro das políticas públicas que favoreçam o bem-estar e a qualidade de vida.

É com esse propósito que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, tem realizado na última sexta-feira de cada mês, o Projeto Dança Terapia, o qual visa promover atividades físicas e de lazer com caráter lúdico, proporcionando, sobretudo, qualidade de vida aos idosos.

Neste terceiro encontro, o Dança Terapia recebeu a participação especial dos idosos da cidade de Santa Terezinha. O momento foi de descontração e muita alegria. “Foi ótimo estar participando desse evento. Agora queremos que os idosos de Tocantinópolis possam nos fazer uma visita em nossa cidade para retribuímos a receptividade, e também dançarmos um bom forró”, disse a secretária de Assistência Social de Santa Terezinha, Aldeleia de Freitas Pereira.

Segundo a secretária de Assistência Social de Tocantinópolis, Eleny Araújo, o projeto é um momento de confraternização, onde a Prefeitura tem se engajado para que todos os meses o evento esteja dentro das expectativas e do jeito que os idosos merecem. “É muito gratificante ver os idosos dançarem e se divertirem na presença dos amigos, isso nos alegra e nos motiva a estar sempre realizando essas ações em benefício deles. Esperamos que a cada mês venham mais pessoas participar dos nossos eventos, e iremos nos programar para irmos até a cidade de Santa Terezinha, retribuir a visita”, ressaltou.

O projeto, tira de certa forma, os idosos da ociosidade e integra-os à sociabilidade através das atividades, bem como restabelece o resgate da valorização do papel social do idoso por meio de seus saberes, expectativas e vivencias relativas ao convício sociocultural.

Fonte: Dirceu Leno | Ascom Prefeitura