Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Com placar de 1 a 0, Aldeia São José conquista título da Copa Indígena Apinajé
Início do conteúdo da página

Com placar de 1 a 0, Aldeia São José conquista título da Copa Indígena Apinajé

Criado: Segunda, 08 de Abril de 2019, 15h31 | Publicado: Segunda, 08 de Abril de 2019, 15h31 | Última atualização em Quinta, 11 de Abril de 2019, 18h23 | Acessos: 84
imagem sem descrição.

Uma partida de futebol é uma disputa, mas nem sempre é uma festa. Para os Apinajés todos os jogos de futebol são comemorados com muita animação. Na maioria das aldeias o campo é um terrão, não tem arquibancada, o sol é de rachar, porém o jogo é um espetáculo à parte.

Certamente ninguém a de negar que os indígenas são apaixonados pelo futebol. E por este motivo mantém a arte do esporte, com dribles, aplausos, alegria e festa. O futebol está tão presente entre eles, que até parece que foram eles os inventores do esporte.

Como estava previsto, aconteceu na noite da última sexta-feira (5), no tradicional Estádio Lauro Assunção, a decisão do título da 2ª Copa Indígena Apinajé. A decisão foi entre as equipes das aldeias Abacaxi e São José, que após os noventa minutos, apontou a vitória da Aldeia São José por 1 a 0, motivo pelo qual fizeram a festa ao levantar o caneco pela conquista do título.

A competição, que durou quase dois meses e reuniu 20 equipes das aldeias Apinajés de Tocantinópolis, foi realizada pela Prefeitura e organizada pela Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer. Durante este período foram realizados 54 jogos e marcados 223 gols.

O jogo da final não teve muitas emoções. Ambas as equipes não abdicaram em nenhum momento perigo de ataque, o que deu ao jogo muita velocidade e, nessa tática quem se deu bem foi a Aldeia São José, que soube aproveitar a oportunidade e fazer 1 a 0 sobre os nativos da Aldeia Abacaxi.

Assim que a partida encerrou foi dado início a cerimônia de entrega da premiação que contou com a presença do prefeito Paulo Gomes, do vereador Zullias Amoury e do secretário de Saúde, Jair Aguiar. A Aldeia São José recebeu das mãos do prefeito a quantia de R$ 3,5 mil, medalhas e troféu. Para a Aldeia Abacaxi, vice-campeã da Copa Indígena, foi entregue R$ 2 mil reais, medalhas e troféu.

Germar Apinajé foi o artilheiro da competição com 11 gols marcados, pelo feito ele recebeu troféu e a quantia de R$ 250. A melhor defesa foi da equipe da Aldeia Abacaxi, a qual sofreu apenas 7 gols e também ganhou a premiação de R$ 250 e troféu.

“É com grande satisfação que depois de 15 anos retomamos com o campeonato indígena. Podem ter certeza que esse campeonato veio para ficar. É com muita satisfação e alegria que hoje nós participamos não só do certame esportivo, mas sim de um evento um cultural, pois estamos recebendo nossos irmãos indígenas num momento de lazer. Quero destacar que enquanto eu for prefeito de Tocantinópolis esse campeonato irá existir em nosso município, pois ele só tem a crescer e a nos alegrar, porque o nosso objetivo é promover competições com oportunidades para todos”, ressaltou o prefeito Paulo Gomes.

O secretário de Juventude, Esporte e Lazer enfatiza que o evento é um projeto do prefeito Paulo Gomes, no qual visa incentivar a prática do futebol tornando-se uma tradição nas aldeias. “Foi um evento maravilhoso e uma movimentação muito grande, o que para nós está sendo motivo de satisfação e a certeza de que esse evento deu certo e veio para ficar”, afirmou o Edilson Vieira Bezerra.

Ao fazer seu agradecimento, o representante das Aldeias São José e Abacaxi, destacou o apoio do prefeito Paulo Gomes. “Foi um campeonato muito importante que marcou muito onde reuniu muitas lideranças e agradeço imensamente ao nosso prefeito Paulo Gomes pela realização do campeonato e que tem atendido nossos anseios. Nós apinajés estamos agradecidos, pois este evento ajuda os indígenas a crescerem cada vez mais na área esportiva, disse Davi Chavito.

Fonte/Foto: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

registrado em:
Fim do conteúdo da página