Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Chuva causa alagamentos, queda de árvores e falta de energia em Tocantinópolis

Notícias

Chuva causa alagamentos, queda de árvores e falta de energia em Tocantinópolis

TRANSTORNOS

publicado: 08/11/2017 17h10 última modificação: 08/11/2017 17h10

O temporal que caiu em Tocantinópolis na tarde desta terça-feira (7) causou grandes transtornos em vários pontos da cidade, com quedas de árvores, alagamentos de casas, transbordamento de córregos, além de danos em postes e na rede de energia elétrica. Os pontos mais críticos foram registrados na Vila Valdenor, Setor Lajinha, Povoado Mumbuca, Vila Santo Antônio, Centro e demais regiões da cidade.

O Córrego Lajinha mais uma vez transbordou e alagou várias casas no entorno. A recém-inaugurada Praça Maria Joaquina teve parte do muro de contenção quebrado pela força da água. O calçamento da Rua Alcides Miranda ficou danificado após a enxurrada, tendo pedaços de calçamento arrancados e carregados pelo perímetro da via.

O grande volume de água foi bastante, ruas como Pedro Ludovico, Travessa Pedro Ludovico e da Prata ficaram alagadas e intrafegáveis. No Centro, na Rua Sergipe, Rua da Cachoeirinha e em vários pontos da Avenida Nossa Senhora de Fátima foi impossível o tráfego de pedestres e veículos devido à forte enxurrada. O Ribeirãozinho também teve seu nível de água elevado durante o temporal e prejudicou vários ribeirinhos.

Na Vila Santo Antônio os moradores também vivenciaram momentos de transtornos. A enxurrada provocou quedas de paredes e alagamentos de casas, bem como a erosão de ruas, vindo a interromper o fornecimento de água.

A Prefeitura de Tocantinópolis tem um projeto de calçamento para a Vila Santo Antônio, inclusive foram iniciados os serviços de terraplanagem pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura. No entanto, o Município espera o término da conclusão do processo de licitação da obra para dar início aos trabalhos de pavimento.

Todavia, o período chuvoso poderá atrasar os serviços. O projeto prevê a execução de 1.673,75 metros de pavimento e drenagem e serão construídos 3.353,50 metros de calçadas e meio-fio.

Queda de árvores

Foram registradas ocorrências de quedas de árvores. No Povoado Mumbuca, por exemplo, a população teve que apelar para a luz de vela ou lamparina. A chuva torrencial e os fortes ventos provocaram a queda de uma árvore sobre a rede de energia. Até a manhã desta quarta-feira (8), o restabelecimento da energia ainda não tinha sido normalizado, no entanto, a Energisa, empresa responsável pelo fornecimento de luz elétrica, está trabalhando para que o problema seja resolvido o mais breve possível.

Corte de energia

Também houve relatos de corte no fornecimento de energia elétrica em vários pontos da cidade, como falta de luz em áreas do bairro Alto Bonito, dentre outros. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os próximos dias serão alternados entre ensolarado com pancadas de chuvas e possíveis trovoadas.

Alerta amarelo

O temporal já era esperado, tendo em vista o alerta emitido pelo Inmet, de que a cidade de Tocantinópolis estaria na região com aviso de perigo potencial. De acordo com o alerta, o acumulado de chuva registrado será de até 50 milímetros. Ventos intensos irão variar entre a 40 a 60 Km/h, o que pode ocasionar queda de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura